Papelaria digital, design gráfico e logomarcas para todo Brasil

orçamento de logotipo

São Paulo (11) 9958-12346

Rio de Janeiro (21) 99954-2027

Solicite orçamento sem compromisso pelo WhatsApp ou pelo email logo@evef.com.br

Homenagem a Rita Levi-Montalcini

santinho luto falecimento modelo 101 paisagem

 

Usando a imagem acima, foi criada a imagem do santinho digital virtual de luto e falecimento da Rita Levi-Montalcini:

 

santinho luto falecimento modelo virtual digital

 

Detalhes técnicos do desenho do santinho de luto.

Fonte do tipo de letra usada no nome da homenageada: Ballantines Script EF Bold

Fonte do tipo de letra usada na mensagem principal: Franklin Gothic Medium

Texto usado na mensagem principal: Código 296

A morte é uma continuação. Para além das sombras, estende-se o
brilho da eternidade. As almas passam de uma esfera para outra,
tornam-se cada vez mais luz. Aproximam-se cada vez mais e mais de
Deus. O ponto de reunião é no infinito. Aquele que dorme e desperta,
desperta e vê que é homem. Aquele que é vivo e morre, desperta e vê
que é Espírito.
(Victor-Hugo, escritor francês do século 19)

 

Sobre a homenageada

Rita Levi-Montalcini foi agraciada com o Prêmio Nobel de Fisiologia e Medicina de 1986 pela descoberta de uma substância do corpo que estimula e influencia o crescimento de células nervosas, possibilitando ampliar os conhecimentos sobre o mal de Alzheimer e a doença de Huntington. Desde 24 de junho de 1974 ela foi membro da Pontifícia Academia das Ciências.

Ela foi uma das neurobiólogas mais importantes de todos os tempos, pois descobriu o fator de crescimento do nervo. O NGF é a proteína que determina o crescimento celular devido ao tecido nervoso estimulado. Ela abriu, assim, um mundo inteiramente novo de pesquisa e desenvolvimento em neurobiologia e ciências neurocognitivas.

A Doutora Rita Levi-Montalcini queria se tornar escritora quando crescesse, mas depois de experimentar a morte de uma querida amiga da família, ela voltou o olhar para a Faculdade de Medicina da Universidade de Turim. Embora as mulheres normalmente não recebessem incentivos para a faculdade em sua época, o pai de Rita apoiou a busca da carreira médica por sua filha.

O neuro-historiador Giuseppe Levi despertou o interesse de Rita no desenvolvimento do sistema nervoso, mas ela perdeu sua posição como assistente acadêmica devido à lei de Mussolini que proibia judeus de carreiras acadêmicas e profissionais.

No entanto, Mussolini não era o homem para impedir Rita de seu caminho para o sucesso. Durante a Segunda Guerra Mundial, ela organizou um pequeno laboratório em seu quarto e continuou estudando o crescimento de fibras nervosas em embriões de galinha.

Já no período pós guerra em 1952, encontramos a Dra. Rita isolando o fator de crescimento do nervo. A partir daí, Rita Levi-Montalcini avançou e alcançou onde poucas mulheres já haviam ido. Em 1963, ela se tornou a primeira mulher a receber o Prêmio Max Weinstein por suas contribuições significativas ao campo neurológico.

De 2001 até sua morte, ela também atuou no Senado italiano como Senadora pela Vida, uma honra que recebeu por suas contribuições aos campos científico e médico. Em 2012, na época de sua morte, ela era a ganhadora do Prêmio Nobel de Medicina e Fisiologia mais antiga. 

 


 

Confira aqui outros textos sugeridos para publicar em santinhos de luto e falecimento.

Confira aqui outras imagens de fundo que podem ser aplicadas em modelos de santinhos virtuais digitais.

 


A Agência EVEF trabalha com a criação de modelos de santinhos de luto e falecimento.

Contate-nos via WhatsApp e solicite um orçamento para receber a sua imagem personalizada e arquivo PDF do santinho digital (virtual).