Logomarcas de luxo e a origem de seus desenhos

Um logotipo assume um significado real para uma empresa, produto ou serviço partindo de uma inspiração bem orientada. A inspiração gera uma associação do desenho com a marca, e ela deriva seu significado e utilidade da qualidade do que ela simboliza. A estética do desenho do logotipo precisa ir fundo nos valores da empresa e criar uma associação que centralize o conceito do logotipo sobre seu desenho da forma mais simples e rápida possível.

Mas de onde vem a inspiração? Um dos maiores desenhistas que já conhecemos, Pablo Picasso afirmava que a inspiração vem de 5% de reflexão e 95% de trabalho. Dessa forma, devemos ter um briefing com as perguntas sobre a empresa e o produto que vai se associar ao logotipo, mas não perder muito tempo nas associações e analogias e partir logo para os esboços dos desenhos.

E as grandes marcas? O que inspirou elas? Como a asociação dos valores de uma marca foi parar num simples desenho de logotipo? Abaixo veremos alguns exemplos e histórias dessas marcas famosas.

logomarca versace

Versace e a Cabeça de Medusa

Tradicionalmente pensamos na cabeça da Medusa como algo desagradável, inclusive nos filmes ela transforma as pessoas em pedra só de ser vista por elas. Segundo a mitologia grega, a sua transformação em uma besta foi realizada por Athena, a filha de Zeus. E essa transformação realizada por Athena é que estava no centro das intenções de Gianni Versace, quando ele criou o logotipo em 1978. A Cabeça da Medusa usada por Versace tornou-se um ícone de autoridade da marca. Essa autoridade traz junto atratividade e fascínio fatal - três atributos básicos da Medusa que se associaram com a marca Versace. Quando perguntado sobre esse logotipo, Gianni Versace afirmou que ele "escolheu a cabeça de Medusa porque era apaixonado por ela e não conseguiria fugir dela".

logomarca ysl

Yves Saint Laurent

Adolphe Jean-Marie Mouron ou simplesmente Cassandre (um pintor, artista e designer tipográfico) criou o logotipo YSL em Dezembro de 1961 apenas alguns anos antes de seu suicídio.

O desafio foi a forma como Cassandre se atreveu a quebrar a regra de não misturar na mesma palavra dois tipos (fontes) de letra que são, em princípio, incompatíveis. Mas essa incompatibilidade foi associada ao ponto fora da curva, à exclusividade e excentricidade da marca YSL. 

Rolls-Royce e a paixão secreta

A marca de automóveis Rolls-Royce tem um logotipo gráfico conhecido, mas o destaque maior é para uma estátua instalada na frente de todos os automóveis da marca.

A estátua "The Spirit of Ecstasy" - também chamada de "Emily", "Silver Lady" ou "Flying Lady" foi projetada pelo escultor Inglês Charles Robinson Sykes e conta a história da paixão secreta entre John Walter Edward (um dos inventores do automóvel) e Eleanor Velasco Thornton, que serviu como modelo da estátua.

Hermès e sua carruagem

A Hermès começou como uma pequena oficina de arreios em Paris que era dedicada a servir os nobres europeus. Sua linha de produtos incluía arreios de luxo e freios para carruagens puxadas por cavalos.

O logotipo da Hermès é uma carruagem real e um cavalo, e usa uma forma ligeiramente modificada do tipo de letra Memphis, que foi originalmente concebido pelo Dr. Rudolf Wolf em 1929.

logotipo hermes

Chanel e as 2 letras "C" entrelaçadas

O logotipo da Chanel foi desenhado por Coco Chanel-se em 1925 e permanece inalterada até hoje. Uma história popular sugere que ele foi inspirado pelos vitrais em uma capela que possui curvas entrelaçadas e também abrigava um orfanato onde Chanel passou a última metade de sua infância.

Outra lenda diz que Coco Chanel viu os 2 C's entrelaçados no Château Cremat, um château em Nice que Irène Bretz (um amigo de Chanel) tinha comprado. É contada uma história que numa noite de verão Coco Chanel olhou para um arco abobadado em uma das famosas festas de Irene e encontrou inspiração em um medalhão renascentista com duas letras C entrelaçadas.

logomarca chanel

Mas existe uma terceira versão, que aponta para Boy Capel, que foi o grande amor da vida de Chanel e a fonte de financiamento para o seu negócio e as suas primeiras boutiques. Como escritor Justine Picardie insinua após a morte de Capel, "Não houve nenhum contrato comercial para uni-los, assim como não havia nenhuma certidão de casamento, mas, apesar disso, se juntou a eles, como o logotipo duplo C parece sugerir: Chanel e Capel numa sobreposição, mas também de frente para longe um do outro."

logomarca maserati

O Maserati e o seu Trident

Os irmãos Maserati se inspiraram na estátua de Netuno, pois numa praça de Bolonha (Itália) os irmãos Maserati eram frequentemente vistos passeando e tomando café. Até hoje existe um café quase com mesas que fornecem uma vista privilegiada para essa estátua, que segundo conta a lenda, está naquele local a quase 2 mil anos e não sofreu nenhum arranhão durante a segunda guerra mundial.

Mario Maserati era um um artista, e foi responsável pelo logotipo original, mas ele nunca trabalhou nos projetos relativos à engenharia mecânica e fabricação dos automóveis.

logomarca_prada

Prada e sua corda

A marca Prada decidiu utilizar apenas o seu nome na sua identidade visual, mas o nome Prada circulado por uma corda tem uma história mais profunda. O design clássico da corda que contorna o nome vem de quando a Prada foi escolhida como a fornecedora oficial para a marca italiano Casa Real em 1919, permitindo-lhes utilizar brasão (escudo) da Casa, que incluía um desenho com uma corda naquela época. A associação entre as duas marcas é a origem da corda.

logomarca louis vuitton

Louis Vuitton

O monograma da Louis Vuitton foi usado pela primeira vez em 1896 e criado pelo filho Louis Georges Vuitton. Descrito como um "padrão de flores de inspiração japonesa," o objetivo inicial do monograma foi para impedir a falsificação das malas de bagagem em Paris e esse padrão se tornou um dos primeiros exemplos de marcas da moda. O padrão "vintage" de alternar os quadrados entre o marrom e o bege era conhecido como Damier (francês para quadriculado).

logotipo ferrari

Ferrari e o cavalo

Enzo Ferrari contou a história do logotipo com o cavalo empinado apenas uma vez. O cavalo original foi pintado na fuselagem do avião de combate de Francesco Baracca, um piloto heróico da Primeira Guerra Mundial que nunca foi atingido em batalhas aéreas. Em 1923, Enzo conheceu Enrico Baracca, pai do herói, e sua mãe, condessa Paulina, que disse: "Ferrari, coloque o cavalo empinado do meu filho em seu carro. Ele vai lhe trazer boa sorte." O cavalo era e ainda é preto. Ele é aplicado sobre um fundo amarelo canário por essa ser a cor da cidade de Modena.

logotipo paul smith

A assinatura de Paul Smith

A assinatura apresentada no logotipo não é a própria assinatura de Paul Smith. Pelo contrário, foi tirada por Zena Marsh, um amigo de Smith de que o criou no início dos anos 70, enquanto trabalhava em sua loja cidade natal em Nottingham Byard Lane. O logotipo da assinatura "nunca foi destinado a ser outra coisa senão uma marca", diz Alan Aboud, diretor da Agência Aboud. "É um dispositivo complicado de usar. Ele funciona pequeno e discreto, ou então enorme em um outdoor; qualquer exibição de meio termo vai parecer estranha. É somente com tempo de experiência que você descobre o quão grande ou quão pequeno ele deve ser usado". O logotipo desenhado à mão foi levemente alterado no início de 1980, quando Smith abriu sua primeira loja em Londres.

logomarca lamborghini

Lamborghini e o seu touro

O touro da marca Lamborgini reflete o signo "Taurus" do fundador da empresa, Ferruccio Lamborghini, que copiou de propósito o escudo da Ferrari para irritar Enzo Ferrari. Os dois primeiros modelos Lamborghini receberam nomes de códigos alfanuméricos, o 350GT e seu sucessor, o 400GT. Depois disso, todos os modelos posteriores foram homenagens a lendários touros espanhóis, como os ferozes touros Miura da Andaluzia, e o touro Murciélago que sobreviveu a 28 golpes de espada em uma tourada 1879. Outro exemplo é o touro Islero que matou o lendário toureiro Manolete.

logomarca rolex 

Rolex coroado

O logotipo dos relógios Rolex é uma extensão do slogan da empresa, que é "Uma coroa para cada conquista". Esse desenho tem sido usado desde o início da empresa em 1903. Para os fundadores da Rolex Hans Wilsdorf e Alfred Davis, a coroa representada prestígio, vitória e perfeccionismo.

logo burberry

Burberry e o cavaleiro

A menção do nome da marca "Burberry" traz pensamentos de um produto de alta qualidade que foi testado e retestado várias vezes antes de ser aprovado. Esse desenho foi inventado em 1901, quando o logotipo foi chamado de "Burberry Equestrian Knigh". Ele inclui a palavra latina "Prorsum", que significa "à frente", e muitos especulam que a armadura do cavaleiro remete à idéia da proteção e inovação na criação das roupas para o inverno.

logomarca porsche 

O cavalo da Porsche

No início da década de 1950, o Professor Ferdinand Porsche, seu filho Ferry e um grupo de engenheiros de confiança começaram a criar um logotipo. Ele que precisava se referir a localização da empresa em Stuttgart e ter uma imagem dinâmica, poderosa. Após inúmeras tentativas de desenhar o logotipo, os engenheiros jogaram fora todas as criações e decidiram recomeçar do zero, agora com o conceito de incluir no desenho elementos da história de Württemberg-Baden, que era a região político-administrativa na época.

Eles criaram um brasão típico da idade média, mas com uma fonte de texto relativamente contemporânea. Dentro do brasão podemos ver espadas que possuem chifres estilizados, com fundo nas cores vermelho e preto. O centro do brasão mostra um cavalo preto desenfreado, simbolizando poder e força, e ao mesmo tempo é uma derivação do brasão da cidade. A cidade de Stuttgart foi fundada mil anos antes como o haras "stuotgarten", que teve cavalos em seu brasão de armas em vários brasões desde o século 14. Dessa forma, o logotipo foi aprovado e o veículo clássico Porsche 356 exibiu o escudo pela primeira vez em 1956. Ele também foi estampado no meio do volante, algo que o Professor Ferdinand Porsche não pode testemunhar, pois morreu poucos anos antes do lançamento desse lendário veículo. A partir de 1959, a roda do veículo passou a estampar o desenho do cavalo de forma isolada, e isso permitiu os pedestres reconhecerem o automóvel esportivo a partir da lateral do veículo, uma inovação da Porsche.

Nunca houve qualquer motivo para a mudança do design poderoso do brasão-logotipo Porsche. Embora o tipo de letra foi ligeiramente aparado e os contornos do cavalo suavizados ao longo do tempo para as versões impressas, para os fãs da marca Porsche, no entanto, nada mudou por 60 anos.

logotipo gucci

Gucci

O logotipo da marca Gucci representa as iniciais do fundador, Guccio Gucci, e foi criado por seu filho, Aldo, em 1933. Embora semelhante ao logotipo Chanel (duas letras "C" entrelaçadas), nunca houve qualquer litígio ou processo sobre suas semelhanças.

logotipo harrods

Harrods

Criado por Minale Tattersfield em 1967 - uma parceria entre Marcello Minale e Brian Tattersfield - o objetivo do logotipo da Harrods era unir uma variedade de mais de 300 produtos, além de expressar a individualidade de cada produto através do design das embalagens. A identidade visual da marca Harrods foi atualizada em 1980.

logotipo bugatti

Bugatti

O pai do fundador Ettore Bugatti era um designer de jóias que via os automóveis de seu filho como se fossem jóias preciosas. Do ponto de vista da engenharia, a fiação elétrica do veículo apenas aparecere como padrões de renda - daí os pontos vermelhos no logotipo para acompanhar as iniciais de Ettore.

logomarca ralph lauren 

Jogador do polo de Ralph Lauren

Ralph Lauren lançou uma linha de roupas femininas que foram adaptados ao estilo dos clássicos dos homens em 1970 e foi o primeiro caso em que o logotipo Polo foi visto (dois anos antes da aplicação do logotipo na moda masculina). Ralph Lifshitz escolheu o nome de "Polo", pois ele estava interessado em promover um estilo de vida do esporte Polo, que encarna um mundo de elegância e estilo.

logotipo mclaren

McLaren

O primeiro logotipo McLaren foi projetado em 1964 por Michael Turner - famoso design na insdústria automobilística e amigo próximo de Bruce McLaren. É baseado em um Kiwi, o símbolo nacional da pátria de Bruce, Nova Zelândia. O mais dinâmico "Speedy Kiwi" foi introduzido em 1967, mais uma vez, desenhado por Michael Turner para enfatizar as altas velocidades em que carros de Bruce estavam correndo. Ele também assumiu uma cor laranja do mamão que ficou conhecido como "McLaren Orange." Em 1997, o logotipo foi novamente alterado para uma versão que nós reconhecemos hoje, que é um Speedmark aerodinâmico, que exibe semelhanças com os vórtices criados para a asa traseira do carro.