Facebook

Antigamante, a marca de batom no colarinho era um dos motivos para divórcios nos Estados Unidos. Isso mudou, pois em 2012 um em cada cinco divórcios tem como plano de fundo o Facebook, de acordo com a nova pesquisa da American Academy of Matrimonial Lawyers. Ainda, 80% dos advogados reportaram um aumento no número de casos de pessoas que se utilizaram da rede social para provar que foram enganados por parceiros (as). O Facebook está entre as mais valiosas marcas do mundo porque conseguiu alterar e criar vários padrões de comportamento entre seus usuários.

Em janeiro de 2009, uma campanha publicitária do Burger King chamada de “WHOPPER Sacrifice” premiou usuários do Facebook com o “Angry Whopper”, um de seus sanduíches, para quem deletassem publicamente 10 amigos por meio de um aplicativo. Os excluídos recebiam a mensagem que haviam sido deletados por um hambúrger grátis. A campanha usou a mensagem “Amizade é forte, mas o Whopper é mais forte”. O aplicativo da promoção foi baixado 55 mil vezes e mais de 250 mil amigos foram sacrificados.

logotipo do facebook

Facebook é um site e serviço de rede social que foi lançada em 4 de fevereiro de 2004, operado e de propriedade privada da Facebook Inc. Em 4 de outubro de 2012 o Facebook atingiu a marca de 1 bilhão de usuários ativos. Em média 316.455 pessoas se cadastram, por dia, no Facebook, desde sua criação em 4 de fevereiro de 2004.

Origem do nome da empresa:

O nome do serviço decorre o nome coloquial para o livro dado aos alunos no início do ano letivo por algumas administrações universitárias nos Estados Unidos para ajudar os alunos a conhecerem uns aos outros.

Os usuários devem se registrar antes de utilizar o site, após isso, podem criar um perfil pessoal, adicionar outros usuários como amigos e trocar mensagens, incluindo notificações automáticas quando atualizarem o seu perfil. Além disso, os usuários podem participar de grupos de interesse comum de outros utilizadores, organizados por escola, trabalho ou faculdade, ou outras características, e categorizar seus amigos em listas como "as pessoas do trabalho" ou "amigos íntimos". O Facebook permite que qualquer usuário que declare ter pelo menos 13 anos possa se tornar usuário registrados do site.

Fundação:

O Facebook foi fundado por Mark Zuckerberg e por seus colegas de quarto da faculdade Eduardo Saverin, Dustin Moskovitz e Chris Hughes. A composição do site foi inicialmente limitada pelos fundadores aos estudantes da Universidade de Harvard, mas foi expandida para outras faculdades na área de Boston, da Ivy League e da Universidade de Stanford. O site gradualmente adicionou suporte para alunos em várias outras universidades antes de abrir para estudantes do ensino médio e, eventualmente, para qualquer pessoa com 13 anos ou mais. No entanto, com base em dados de maio de 2011 do ConsumersReports.org, existiam 7,5 milhões de crianças menores de 13 anos com contas no Facebook, violando os termos de serviço do próprio site.

Um estudo de janeiro de 2009 do Compete.com classificou o Facebook como a rede social mais utilizada em todo o mundo por usuários ativos mensais. A Quantcast estima que o Facebook teve 138,9 milhões de visitantes únicos mensais nos Estados Unidos em maio de 2011. De acordo com o Social Media Today, estimava-se que em abril de 2010 cerca de 41,6% da população americana tinha uma conta no Facebook. No entanto, o crescimento de mercado do Facebook começou a estabilizar em algumas regiões, sendo que o site perdeu 7 milhões de usuários ativos nos Estados Unidos e no Canadá em maio de 2011.

Ampliação financeira

O Facebook entrou com pedido de uma oferta pública inicial em 1 de fevereiro de 2012. Na estreia da sua oferta pública de ações, o Facebook levantou 16 bilhões de dólares.

No total, a rede social registrou 421,2 milhões em ações vendidas. Em razão da alta procura, a empresa subiu o preço de 34 dólares para 38 dólares, atingindo o máximo esperado. Na quinta-feira o Facebook havia informado que a oferta inicial seria de 484,4 milhões, podendo arrecadar até 18,4 bilhões. A empresa será listada na bolsa da Nadaq sob a sigla FB. A oferta de ações da rede social tornou-se a maior oferta de uma empresa de tecnologia, sendo também a 10ª maior dos últimos 25 anos.

A história do Facebook

O estudante de graduação Mark Zuckerberg e seus colegas de quarto Dustin Moskovitz e Chris Hughes criaram o THE FACEBOOK dentro de seu dormitório no campus universitário, no dia 4 de fevereiro de 2004, com o suporte e a acessória de Andrew McCollum e Eduardo Saverin, este último brasileiro, permitindo que os colegas da tradicional Universidade de Harvard, na região de Boston, na costa leste dos Estados Unidos, pudessem colocar fotos e se manter em contato uns com os outros, compartilhando assim experiências e planejando eventos.


Facebook não tem planos de monetizar WhatsApp no curto prazo

O Facebook, que concluiu a aquisição do serviço de mensagens móveis WhatsApp na segunda-feira, não tem planos no curto prazo para gerar dinheiro com o serviço, disse o presidente-executivo da empresa, Mark Zuckerberg, nesta quinta-feira.

Zuckerberg, que está visitando a Índia para participar de um evento para impulsionar o uso da Internet, não deu detalhes.

O preço final da compra do WhatsApp pelo Facebook cresceu em mais 3 bilhões de dólares, para cerca de 22 bilhões de dólares, devido ao valor mais alto das ações do Facebook nos últimos meses.


Facebook lança sistema para melhorar anúncios na web

O Facebook apresentou hoje uma nova ferramenta voltada ao mercado de anunciantes. Chamada de Atlas, ela chega para integrar rastreamento e melhorar a eficácia de anúncios em desktops e dispositivos mobile.

De acordo com o Facebook, a prática mais comum até agora, o uso de cookies, é falha. Ela não é tão eficaz em computadores e menos ainda em mobile.

Para isso, a empresa apresentou uma melhor maneira de se analisar quais anúncios um internauta viu e quais deles funcionaram. Não é surpresa nenhuma que essa nova ferramenta use dados coletados com a rede social Facebook.

O Atlas foi comprado da Microsoft no ano passado. A tecnologia usa perfis do Facebook, em parceria com cookies, para analisar e reunir dados de anúncios na internet.

O primeiro passo para que a plataforma fosse lançada foi dado pelo Facebook há alguns meses. Em junho, a empresa passou a reunir o histórico de navegação de um usuário da rede, mesmo quando ele navegasse fora do Facebook

Por enquanto, o Facebook venderá o Atlas como uma ferramenta para análise de eficácia de marketing. De acordo com a empresa, no entanto, no futuro o Atlas pode servir como um espaço para que anunciantes publiquem seus conteúdos.

As propagandas não seriam exibidas somente em páginas da rede social. Um exemplo é que com a integração com smartphones e tablets, um aplicativo que tenha espaço para anúncios poderia usar os dados do Atlas para saber qual propaganda funcionaria bem ali.


O Facebook é uma das marcas mais valiosas do mundo. Confira a lista completa das marcas.