SAP

A SAP é uma empresa de origem alemã, com forte presença no Brasil, criadora de softwares de gestão de empresas. Ao longo de quatro décadas, a SAP evoluiu de uma empresa pequena e regional a uma organização de alcance mundial. Hoje, a SAP é a líder global de mercado em soluções de negócios colaborativas e multiempresas. O principal produto da empresa, que emprega mais de 56.000 pessoas, é o sistema integrado de gestão empresarial (ERP) SAP ERP.

A SAP iniciou as atividades empresariais em 1972, na cidade de Mannheim, Alemanha, quando cinco engenheiros, ex-funcionários da IBM decidiram criar sua própria empresa de desenvolvimento de sistemas: a SAP AG. Tinham a visão de desenvolver um software aplicativo padrão para processos de negócios em tempo real.

O nome da empresa era temporariamente uma abreviação de (em alemão) Systeme, Anwendungen und Produkte in der Datenverarbeitung (em inglês: Systems, Applications and Products in Data Processing, em português: Sistemas, Aplicativos e Produtos para Processamento de Dados). O AG é simplesmente a abreviação de Aktiengesellschaft (sociedade anônima em alemão).1

Um ano depois, o primeiro aplicativo de contabilidade financeira foi lançado, formando a base para o contínuo desenvolvimento de outros componentes de software para aquilo que mais tarde veio a ser conhecido como sistema “R/1”. O “R” é a primeira letra de “real-time data processing” (processamento de dados em tempo real). Perto do fim da década, o exame exaustivo do banco de dados IBM da SAP e do sistema de controle de diálogo levam ao nascimento do SAP R/2 em 1977.

Na década de 80, tendo um crescimento rápido, a SAP se muda para o primeiro prédio da empresa na Max-Planck-Strasse, num parque industrial de Walldorf, perto de Heidelberg. A área de desenvolvimento de software e seus 50 terminais ficam agora sob um mesmo teto pela primeira vez. Nesta época, Cinqüenta dentre as 100 maiores indústrias alemãs já eram clientes da SAP. O sistema SAP R/2 mantém o alto nível de estabilidade das gerações anteriores do programa.

Pensando nos seus clientes multinacionais, a SAP desenha o SAP R/2 para lidar com diferentes idiomas e moedas. Com essa funcionalidade e outras inovações no SAP R/2, a SAP cresce rapidamente. No meio da década, a SAP inaugura na Áustria sua primeira organização de vendas fora da Alemanha. A empresa expõe pela primeira vez na CeBIT, feira de informática em Hanover, Alemanha. A receita alcança DM 100 milhões (cerca de US$ 52 milhões), mais cedo do que se imaginava.

Já no final desta década, com a abertura de subsidiárias na Dinamarca, Suécia, Itália e Estados Unidos, a expansão internacional da SAP toma um forte impulso. O SAP R/3 é apresentado ao mercado no início dos anos 90. O conceito cliente-servidor, a aparência uniforme de suas interfaces gráficas, o uso consistente de bancos de dados relacionais e a capacidade de ser executado em computadores de diferentes fornecedores resultam em aprovação geral. Com o SAP R/3, a SAP mergulha numa nova geração de software empresarial – da computação em mainframes à arquitetura de três camadas de banco de dados, aplicativo e interface de usuário. Até hoje, a arquitetura cliente-servidor é o padrão da indústria de software. Ao mesmo tempo, um crescente número de subsidiárias são criadas fora da Alemanha.

A SAP chega ao Brasil em 1995, compartilhando o sucesso do grupo. Além disso, um novo Centro de Vendas e Desenvolvimento em Walldorf abre oficialmente suas portas, simbolizando o sucesso global da empresa. Em pouco mais de duas décadas, os negócios fora da Alemanha passam de 50% do total de vendas pela primeira vez.

Em 1996, a empresa ganhou 1.089 novos clientes do SAP R/3. No final do ano, o SAP R/3 estava instalado em mais de 9.000 sistemas no mundo todo. Em 1997 lançou no mercado novas soluções para o gerenciamento do relacionamento com clientes (CRM), gerenciamento da cadeia de suprimentos (SCM) e inteligência de negócios (BI).

Em 3 de agosto de 1998, as letras S-A-P aparecem pela primeira vez no pregão da bolsa de valores de Nova York (New York Stock Exchange - NYSE), a maior do mundo. Perto do final da década, Hasso Plattner, co-fundador e Presidente da empresa, anuncia a estratégia mySAP.com, mostrando uma nova direção para a empresa e para o portfólio de produtos. O mySAP.com une soluções de comércio eletrônico com aplicativos ERP já existentes, usando tecnologia Web “state-of-the-art”. Com a Internet sendo a estrela do novo milênio, o usuário passou a ser o foco dos aplicativos. A empresa então desenvolve o SAP Workplace e pavimenta o caminho para a idéia de um portal corporativo e acesso à informação de acordo com o perfil do usuário.

A marca no mundo

Hoje a SAP, terceiro maior fornecedor independente de software do mundo e líder global de mercado em soluções integradas de e-business e negócios colaborativos e multiempresas, tem seus programas rodando em mais de 120.000 instalações no mundo todo, contando com mais de 97.000 clientes, 1.500 parceiros, mais de 25 soluções de negócios para indústrias específicas e 12 milhões de usuários em mais de 120 países.

Sua clientela inclui mais da metade das 500 maiores empresas do mundo como Air France, BMW, Bosch, Burger King, Heineken, Honda, Nestlé, Siemens e Texaco, entre outras. Além da matriz em Walldorf, a SAP desenvolve seus produtos em mais três cidades alemãs, Berlim, Karlsruhe e Saarbrücken. No exterior têm laboratórios de desenvolvimento em Palo Alto (Estados Unidos), Tóquio, Bangalore (Índia) e Sophia Antipolis (França).

O ERP da SAP

O sistema empresarial ERP procura contemplar a empresa como um todo, dividido módulos, onde cada módulo corresponde a uma área especifica, como por exemplo, o módulo SD (Sales and Distribution) que contempla a área de Vendas e Distribuição, fazendo a integração das informações para determinado processo. Cada programa, é executado através de uma transação separadamente. Estes programas são desenvolvidos em ABAP, uma linguagem de programação, na qual a SAP detem os direitos.

Cada módulo é responsável por mais mil processos de negócios, baseado em práticas do dia a dia de cada empresa, o sistema é configurado para atender a necessidade de cada determinado processo, onde mais de 8 mil tabelas administram em tempo real as informações que trafegam pela empresa. Seus métodos de trabalho são bastante conhecidos por disponibilizar conforto e eficiência ao relacionar programas da mais alta tecnologia e desenvolver programas capazes de solucionar os mais variados tipos de tarefas. 

A estratégia na criação da maioria dos programas e ERPs é o Design Thinking, que recentemente se tornou o padrão no desenvolvimento de novas tecnologias SAP.


 

A SAP é uma das marcas mais valiosas do mundo. Confira a lista completa das marcas.

Fonte: Exame.com, Wikipedia e canais das empresas citados
Download do logotipo vetorizado da marca SAP