orçamento de logotipo

Solicite um orçamento para receber:

  • Sugestões de nome fantasia 

  • Desenhos de logotipo (ou logomarca)

Fale conosco pelo WhatsApp abaixo:

(11) 9958-12346

A Agência EVEF tem mais de 25 anos de experiência em publicidade e design gráfico.

Simbolismo histórico da lavoura

lavoura simbolo riqueza historia

A lavoura é universalmente considerada um ato sagrado e, sobretudo, como um ato de fecundação da terra. A festa do traçado do primeiro Sulco, na antiga China, na Índia (o primeiro milagre do Buda se dá por ocasião dessa festa), ainda hoje em dia Nakilândia e no Kampuchea (Camboja), é, dizem os sociólogos, um ato de desconsagração do solo.

Deve-se dizer de defloração? Porque é, sobretudo, a tomada de posse e a fecundação da terra virgem, realizada pelo Homem transcendente, intermediário entre o céu e a Terra.

É digno de nota, por um lado, que o soberano chinês tivesse de pedir previamente a chuva, que é o sêmen do Céu; que a primeira lavoura tivesse talvez de ser efetuada por casais e que ela fosse acompanhada de uniões sexuais.

A enxada ou a relha do arado estão ligadas a um simbolismo fálico, o sulco corresponde à mulher. Assim, a esposa de Rama é chamada de Sita (o Sulco); dizem-na nascida do sulco aberto pelo arado (fálico) do avatar Vishnuíta.

Mas esse simbolismo não deve ficar limitado à sua expressão literal: como indicamos mais acima, é precisamente a influência do Céu que a Terra recebe. Ora, o fruto da penetração da Terra pelo céu é, no ensinamento taoista, o embrião do Imortal.

Encontra-se no cânone budista pali um simbolismo mais imediato da lavoura, que é o do esforço espiritual, da ascese: E é assim que esta lavoura é lavrada, e daqui sairá o fruto que não morre de modo algum (Suttanipata).

Vê-se, não obstante, que o objetivo final não é essencialmente diverso. Nem tampouco diferente daquele que São Paulo evoca, comparando Deus ao lavrador (I Coríntios 3, 9): "Nós somos os cooperadores de Deus; vós sois o campo de Deus".

No domínio celta, não há mito relativo à lavoura. A constatação junta-se a todas aquelas que se podem fazer sobre a ausência de atividade produtora (ou de terceira função) no panteão nórdico.

Ou antes, essa atividade é de natureza servil, e não é levada em consideração. Os principais elementos do vocabulário neocéltico relativos às técnicas agrícolas (dentre os quais o nome do arado) são de origem latina ou romana.

O agricultor galés Amaethon, cuja participação é requisitada para grandes trabalhos de arroteamento no condado de Kulhwch e Olwen, possui um nome subalterno (ambactos servidor). É somente no final do Cath Maighe Tuireadh (Batalha de Mag Tured) que o rei fomoriano, Bres, feito prisioneiro pelos irlandeses, ensina a esses, para salvar a sua vida, quando e como deverão lavrar, semear e colher.

O símbolo da lavoura aparece tardiamente, quando as sociedades, antes principalmente guerreiras, começam a tornar-se camponesas e cultivadoras. Revela também a passagem da vida nômade à vida sedentária.

Lavoura: símbolo da riqueza do agronegócio no Brasil

Dois fatores são responsáveis pelo crescimento da agricultura no Brasil: a mecanização do campo e a expansão da fronteira agrícola para o interior do território, ambos os fatores ocorreram nos últimos 60 anos. Assim, elevou-se consideravelmente a produtividade nas lavouras.

Vejamos abaixo os principais produtos agrícolas brasileiros:

Cana-de-açúcar

A cana foi o primeiro produto de cultivo em larga escala na história das lavouras do Brasil, implantada no país pelos portugueses no período colonial, principalmente com o sistema de plantations na região Nordeste. Na época, o destino do cultivo era a produção de açúcar para a comercialização no mercado externo. Atualmente, além dessa mercadoria, a cana é destinada também para a produção de etanol, cuja importância econômica e política é cada vez mais acentuada no contexto geopolítico internacional dos combustíveis e da fontes de energia.

Segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), a cana-de-açúcar ocupa no Brasil cerca de 10% de todas as áreas utilizadas pelas lavouras e é responsável por pouco mais de 17% das exportações

Café

As lavouras de café também chegaram bem cedo no Brasil, tendo o auge de seu ciclo produtivo no final do século XIX e início do século XX, até a chegada da Grande Depressão de 1929, quando passou a sofrer certo declínio. Mesmo assim, o produção de café continuou em alta no país e, mesmo não sendo mais o principal produto agrícola nacional, é responsável por quase 10% das exportações do agronegócio. Ao todo, quase 70% de todo o café arábica produzido no Brasil é destinado ao mercado externo.

Soja

A soja é o principal produto da agricultura brasileira, embora a liderança mundial das lavouras de seja pertença aos Estados Unidos. Ela responde por mais de 9% de toda a balança comercial do Brasil e ocupa a maior parte das terras agricultáveis. A maior parte de seu volume é destinada à China.

Fumo

O fumo é um dos poucos grandes produtos da agropecuária brasileira que são, em maior parte, produzidos em pequenas propriedades. O seu cultivo em folhas no país é o segundo maior do planeta, atrás somente da China, de modo que o Brasil é o maior exportador.

Milho

Em termos de produção mundial de milho, o Brasil encontra-se atrás somente dos Estados Unidos e da China, estando muito próximo da União Europeia. Metade das nossas lavouras de milho são de pequenos produtores e a outra metade fica a cargo de latifundiários, que vêm elevando a produção de milho transgênico. Embora seja considerado um produto de vital importância para a subsistência alimentar, a maior parte de sua produção destina-se à fabricação de rações para animais.

Arroz

As lavouras de arroz no Brasil estão em 9º lugar, com uma produção correspondente a 1,5% da mundial. Na América Latina e no Caribe, a produção de 27,3 milhões de toneladas de arroz representa 3,5% da produção mundial, com destaque para o Brasil que participou com 43% dessa produção em 2021.

Feijão

Conforme os dados da CONAB de 2018, a produção nacional das lavouras de feijão na somas das três safras foi de 3,12 milhões de toneladas.

Ervilha

As lavouras brasileiras de ervilha produziram 4300 toneladas em 2020. Os estados de Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Goiás e Distrito Federal lideram a produção nacional.

Aveia

O Brasil foi o sétimo maior produtor mundial de aveia, em 2019, segundo a FAO, com uma colheita de 920.000 toneladas. As maiores lavouras ficam no Rio Grande do Sul, com 80% da produção nacional.

Batata

No Brasil, a batata é a hortaliça mais importante, com uma produção anual de aproximadamente 3,5 milhões de toneladas, com as lavouras se espalhando por cerca de 130 mil hectares.

Banana

As lavouras de banana em 2021 produziram cerca de 7 milhões de toneladas em uma área de 460.000 mil hectares. O Brasil é o quarto maior produtor de banana do mundo, atrás apenas da Índia, China e Indonésia. Praticamente tudo o que é produzido é destinado ao mercado interno, sendo exportado apenas 1%.

 

Artigos relacionados:

Modelos de logotipo para empresas do agronegócio

Criação de logomarcas para fazendas

Modelos de logo para empresários do agronegócio e fazendas

Criar nome fantasia para fazendas e empresas do agro

Logotipos das associações e entidades do agronegócio no Brasil

 

 

Fonte: Livro Dicionário dos Símbolos, por Jean Chevalier e Alain Gheerbrant, editora J.O.


Página atualizada na Agência EVEF em 05/04/2022 por Everton Ferretti